4 golpes comuns em sites de namoro e como se prevenir

Sites para namoro existem desde que a internet começou a se popularizar. Inicialmente, eles não tinham uma organização própria e os encontros ocorriam através de conversas em sites de chat, como o famoso Chat da UOL. Com o passar do tempo e o desenvolvimento da internet, foram criados sites específicos para o intuito de prover relacionamentos.

A ideia é bem simples: a internet é povoada por pessoas solitárias e com dificuldade de se relacionar ao vivo – seja por não conhecerem pessoas com gostos semelhantes ou por serem introvertidos e socialmente ansiosos. Um software que conecte você a pessoas com interesses semelhantes facilitaria muito.

 

Desenvolvedores do mundo inteiro criaram diversos sites, alguns deles cobram uma mensalidade fixa, para garantir que os usuários estejam realmente dispostos a se relacionar. Outros acabam optando por outras formas de garantir a segurança dos usuários. O fato é que nenhum software pode garantir 100% de segurança, por mais avançada que seja a sua criptografia ou inteligência de segurança. Sempre que houver motivação, haverá um atacante à espreita e, como veremos, eles não se assustam em frente às primeiras dificuldades e não temem precisar dispender de tempo para atingir seus objetivos.

Aqui apresentarei quatro tipos de possíveis golpes em sites e aplicativos que pretendem oferecer relacionamentos. Esses golpes foram colhidos e analisados por um grupo de pesquisadores, a partir de um site de namoros chinês que conta com 10 milhões de usuários. A análise durou onze meses e passou por mais de 500 mil contas, que já haviam sido sinalizadas como possíveis atacantes por outros usuários do dito site. Por questão ética, o site não foi nomeado pelos estudiosos, mas a análise demonstrou-se relevante e eficaz para os mais diversos serviços de namoro online, inclusive o Tinder, atualmente popular no Brasil.

Os dois primeiros golpes têm como vítima o próprio software de namoro, o que os torna mais fáceis de prevenir. Os dois outros têm como vítima os usuários, dificultando a capacidade de prevenção por parte do software.

Tipos de golpe:

1. Propaganda de serviço de acompanhantes

No site chinês foram encontradas mais de 370 mil contas desse tipo. O golpe funciona da seguinte forma: é criado um perfil com foto de uma mulher jovem e atraente. Assim que o perfil é contatado, envia uma mensagem dando informações sobre a agência que provê o serviço de acompanhantes (ou prostitutas).

propaganda-site-de-acompanhantes-exemplo
Exemplo de propaganda de site de acompanhantes de luxo, no caso, brasileiro.

No caso do Tinder, aqui no Brasil, é comum que prostitutas e acompanhantes que trabalhem de forma independente criem um perfil e informem os valores de seus serviços apenas após terem sido contatadas por outro usuário.

Não necessariamente é um golpe, considerando que algumas pessoas utilizam esses softwares exatamente para conseguirem encontros casuais e não se sentiriam ofendidas – mas sim, atraídas – por ofertas como essas. No entanto, é considerado um golpe quando falamos de sites em que o intuito é prover relacionamentos amorosos de longo prazo. Talvez o usuário não se sinta lesado, mas o software se sente, visto que tem seu objetivo desvirtuado.

2. Propaganda de serviços concorrentes

No site chinês foram encontradas mais de 35 mil contas desse tipo. Ocorre da seguinte maneira: empresa concorrente se sente ameaçada pelo software em questão e cria perfis falsos de pessoas atraentes. Com isso, eles conseguem informações de contato e enviam mensagens diretamente, oferecendo seus serviços. Não envolve dinheiro, mas os softwares os veem como concorrência que usa ilicitamente seu site para ganhar clientes.

3. Encontros para lucro

No site chinês, foram encontradas mais de 52 mil contas desse tipo. O golpe segue o seguinte método: donos de cafés e restaurantes contratam garotas bonitas para que criem um perfil em softwares de namoro. Após contatadas, elas marcam um encontro presencial com a vítima, nos restaurantes e cafés que as contrataram.  Na China (e, convenhamos, na maior parte do mundo) é costume que os homens paguem pelos encontros, então os donos dos restaurantes aumentam os preços dos produtos. As moças sempre pedem o que tem de mais caro no cardápio. O lucro do restaurante/café é garantido e, após o término do encontro, a vítima nunca mais é contatada pela moça em questão.

namorado-virtual-que-some

No estudo realizado não fica claro se essas mulheres recebem alguma porcentagem do lucro obtido, mas acredito que sim. E, novamente, é um golpe bastante comum e fácil de associar com a nossa realidade de aplicativos mais modernos como o Tinder. Apesar de esses “encontros únicos” acontecerem, dificilmente passa pela cabeça das pessoas que foram alvo de um golpe, mas sim que “não deu certo” o encontro, e pronto.

A dica que dou é: sempre divida a conta. Nunca se sabe o que está por trás das intenções da outra pessoa (vai que ela só queria um jantar grátis e te usou para isso?). No Brasil, felizmente, o costume de dividir os custos de encontros está cada vez mais popular, não apenas entre flertes, mas também entre amigos.

4. Vigaristas

 No site chinês foram encontradas mais de 43 mil contas desse tipo. O golpe consiste em criar um perfil que seja atraente para pessoas de meia idade, psicologicamente vulneráveis (geralmente viúvas/divorciadas), que acabem se envolvendo emocionalmente. Com a relação já estabelecida, o golpista pede dinheiro para alguma tarefa (comprar passagem para visita-lo, pagar uma dívida antiga, o funeral de um parente ou afins). A pessoa, como acredita estar em uma relação de confiança, acaba enviando o dinheiro e só então descobre que tudo não passava de uma farsa.

Os pesquisadores encontraram ainda formas tipicamente chinesas de aplicar esse golpe, que envolviam tradições culturais específicas, usadas como artifício para conseguir o envio do montante requerido. Disso, é possível deduzir que esse golpe seja bastante relacionável com a cultura na qual é aplicado, tendo possivelmente, desinências diferentes aqui no Brasil.

Já vi esse golpe ser aplicado em mulheres muçulmanas, que acreditavam ter encontrado um bom futuro esposo em algum outro país, enviavam dinheiro para que ele comprasse a passagem para visita-las e ele nunca mais aparecia. Algumas mulheres aplicam esse golpe também, recebendo o dinheiro para ir até o país do futuro pretendente e desaparecendo.

A dica para esse caso é: não realize trocas monetárias com pessoas que você não tem como rastrear para processar ou pegar o dinheiro de volta, caso algo dê errado.

namoro-online-e-suas-ilusoes
A possibilidade de ilusão causada pelos relacionamentos online.

Os pesquisadores em questão, alertam que existe uma grande movimentação por parte dos softwares de namoro para minimizar e impedir que esses golpes ocorram. Para isso, há um sistema automatizado que analisa as denúncias realizadas pelos usuários. Após a triagem desse sistema, porém, os perfis ainda passam por funcionários humanos, que verificam novamente os dados e veem se o perfil é realmente falso. Caso o seja, ele é imediatamente deletado do banco de dados do software. Ressalto, porém, que muitas vezes novos perfis falsos são criados pelos mesmos golpistas, mesmo após eles terem tido alguma de suas contas bloqueada.

A triagem e o trabalho humano são necessários, em conjunto, para garantir que perfis verdadeiros não sejam deletados por engano. Caso isso ocorra, o software em questão perde credibilidade, o que pode diminuir sua popularidade e número de usuários ativos.

É importante ressaltar, porém, que a maior parte das interações entre usuários, que resultam nos golpes 3 e 4 são realizadas fora desses softwares, em redes sociais, telefones ou presencialmente, o que tira um tanto da capacidade de ação do software de namoro e divide a responsabilidade do golpe com o próprio usuário vítima. O papel do Facebook no enlace romântico também deve ser analisado, mas à parte. Todos esses golpes são passíveis de ocorrer por lá também, mas como há outras facetas da rede social, os relacionamentos não precisam “largar o facebook” para se desenvolverem, o que pode facilitar o rastreio de contas falsas e dos golpes, por parte dos desenvolvedores. Não tenho leitura ou conhecimento sobre como é realizado o processo de triagem das denúncias no Facebook, mas acredito que passe por etapas semelhantes, pelas mesmas razões. Dessa forma, é interessante manter-se sempre em alerta.

O namoro online pode dar certo e é uma ferramenta bastante útil para o momento em que vivemos, mas exige cuidados novos e que merecem atenção, afinal, o coração de ninguém é de brinquedo.

REFERÊNCIA

HUANG, JingMin; STRINGHINI, Gianluca e YONG, Peng. Quit Playing Games With My Heart: Understanding Online Dating Scams. DIMVA 2015. Milano, Italy – July, 9-10.

Mayra Sousa Resende

Cursa mestrado em Informática e Antropologia, ambos na UFPR e pós-graduação, a nível de especialização, em Mídias Digitais, na Universidade Positivo. É graduada bacharela em Ciências Sociais pela UFPR, com foco em Antropologia e Arqueologia.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: